A Linguagem corporal e qualidade na transmissão de conteúdo

Finalização do projeto com o trabalho em equipe.
A Linguagem corporal e qualidade na transmissão de conteúdo são temas na primeira oficina realizada na Associação Profissionalizante do Menor (Assprom) nesse segundo semestre de 2018.
Com o Objetivo de apresentar aos alunos sobre as ferramentas desenvolvedoras de conteúdos, os Universitários do curso de Comunicação do UniBH, Deborah Lima, Monique Guimarães e Tássio Santos prepararam uma oficina recheada de novidades e dicas de grande valia para os alunos da Assprom.
Durante a Oficina, os Educomuni debateram o tema voltado para as redes sociais, com um maior foco no Instagram e nas ferramentas que essa rede de interação social tem para engajamento pessoal e profissional. Os universitários e representantes do Educomunidade propuseram informações para uma boa produção de conteúdo na web, como formato do material, seja ele vídeo ou foto, identidade, fonte e criatividade, para que a linguagem corporal pudesse ser compreendida de maneira satisfatória e objetiva para o público no qual deseja alcançar.
A participação dos alunos da Assprom aconteceu de maneira amistosa e recíproca, levando como conclusão do trabalho a produção de conteúdo e efetivação das dicas apresentadas durante a oficina. Foram divididos grupos de 4 e 5 alunos, em que cada grupo deveria desenvolver uma marca e/ou produto por meio de vídeo ou projeto para um perfil no Instagram.
Para a surpresa dos representantes do Educomunidade, a criatividade dos alunos da Assprom estava bastante fluida, surgindo produtos desde o ramo alimentício até o de beleza e estética. Como forma de interação e motivação, os trabalhos apresentados foram avaliados pelos próprios colegas que davam “Like” ou “Deslike” no produto dos seus adversários.
“Aprendi bastantes coisas novas sobre o instagram que eu não sabia. O que eu mais gostei foi saber sobre o uso das hashtags”-. Ingrid Pereira Rocha, aluna da Assprom.
O like e o deslike são a tradução de uma linguagem não verbal representada por uma imagem de um “Joia positivo” ou “Joia negativo” presente nas mais variadas redes sociais, como facebook, twiter e instagram, que significam se o usuário ou o público curtiu ou não o produto ou a informação apresentada.
“A oficina linguagem corporal e a qualidade na transmissão de conteúdo no instagram foi uma oportunidade que abrangeu o uso de mais de uma forma de comunicação a ser utilizada pelos alunos. O projeto Jovens Jornalistas, contribuiu muito para que os adolescentes compreendessem a utilidade do instagram e a sua extensão na publicidade de uma instituição ou pessoa”-Flávia Fontenelle, Professora da Assprom.
Texto: Tássio Santos
Orientação: Ana Rosa Vidigal

Deixe um comentário